Decisão

Bruna Agra Tessuto

- Quatro meses – tentei sorrir diante da pergunta de Suzana.
- E o pai? Afinal, quem é? Falou pra ele?
- Ainda não sei se conto ou se encaro como uma produção independente.
- No seu lugar eu já teria contado. É um direito dele saber.
- Eu voto em produção independente – se posicionou Caio, até então mudo entre nós duas.
- Ninguém pediu a sua opinião, Caio.
- Eu acho que ele tem razão, Suzi – falei enquanto trocava um olhar desconfortável com o marido da minha amiga.

 

voltar para página do autor